Cayman Sistemas
PRECISO DE UM SITE
MENU
INÍCIO
SOBRE NÓS
PROJETOS
CONTATO
X
SOLICITAR ORÇAMENTO
Foto Blog

Como configurar metas no Google Analytics

10/06/2020 - Manual de ferramentas Google

Não tem nada mais prático no cálculo da taxa de conversão do seu site do que a configuração de metas no Google Analytics. Nesse guia prático vamos mostrar o passo a passo para criar metas e analisá-las dentro do fluxo, além de algumas dicas de como melhorar a sua taxa de conversão. Segue abaixo!

Índice

  1. O que são metas do Google Analytics?
  2. Criando uma nova meta no Google Analytics
  3. Como utilizar as metas

O que são metas do Google Analytics?

O Google Analytics é uma ferramenta de análise de dados que puxa informações dos usuários do seu site e gera informações importantes sobre o seu comportamento, interesses e informações demográficas.

A maioria dos profissionais de marketing digital não sabe utilizar todas as ferramentas do Google Analytics e eu não tenho como culpá-los já que os tutoriais da Google são bem fajutos e a interface da plataforma não é lá muito amigável.

Entre essas ferramentas subestimadas está a configuração de metas no Google Analytics. Como já diz o nome, as metas servem para visualizar as métricas relacionadas as metas de conversão do site e funcionam a partir do rastreamento de eventos.

Eventos

Os eventos são ações do usuário que são rastreadas dentro do site. No meu guia do Google Tag Manager eu já ensinei como rastrear eventos. Recomendo que se você não sabe como rastrear eventos, então, dê uma boa olhada nesse conteúdo antes de continuar aqui.

A maioria dos eventos de valor são os que avançam o lead dentro do funil de compra, ou seja, são as ações que aproximam o usuário de se tornar um cliente.

Por exemplo, o preenchimento de formulário é um evento de valor, assim como o acesso numa landing page ou o clique em um botão “comprar agora”.

Para decidir quais são os seus eventos de valor, faça uma lista de todas as ações necessárias que um usuário tem que fazer para se tornar cliente no seu site.

Feito isso, configure pelo Google Tag Manager o rastreamento desses eventos. Lembre-se que para rastrear um evento com uma Tag você precisa preencher os seus parâmetros de acompanhamento.

Importante: A caixa “Valor” do evento serve para precificar o valor de um evento. Eu gosto de deixar essa caixa vazia, mas se você realmente sabe o valor dessa ação de conversão, pode optar por preencher.

Parâmetros de metas do Google Analytics

Nós vamos usar esses mesmos parâmetros na hora de configurar a meta.

Criando uma nova meta no Google Analytics

Depois de configurar a Tag do evento no Google Tag Manager, certifique-se que o Google Analytics está recebendo os dados do evento.

Para isso, você só precisa abrir o Google Analytics e acessar:

  • Em tempo real > Eventos

 

Como teste, acesse o seu site e realize o evento que você pretende rastrear. Depois volte ao Google Analytics e veja se o evento foi registrado em tempo real.

eventos em tempo real no google analytics

Se ele apareceu na lista de eventos, quer dizer que você fez tudo certo!

Agora já podemos criar a nova meta. Para isso, acesse:

  • Administrador>Metas>+ NOVA META

 

Importante: Se você não está vendo o botão +NovaMeta quer dizer que a sua conta não tem a permissão administrativa para criar metas. Confira com o administrado da conta para conseguir essa permissão.

  • Configuração da meta > Personalizado
  • Em Descrição da meta, dê um nome para a sua meta. Depois selecione Evento.
  • Em Detalhes da meta preencha os parâmetros de acompanhamento do evento.

 

Importante: os parâmetros de acompanhamento do evento precisam ser preenchidos IDÊNTICOS a forma como eles foram configurados no Google Tag Manager. Eu costumo até deixar as duas páginas abertas e copiar e colar a Categoria, Ação e Rótulo dos meus eventos.

• Clique em Salvar.

Para testar se a sua meta está funcionando, basta retornar ao relatório Em tempo real.

Vá até o seu site e execute o evento que está sendo rastreado na sua meta e veja se ele aparece na aba Metas do relatório Em tempo real – a aba fica logo abaixo da aba Eventos que nós vimos antes.

Espere alguns segundos ou atualize a página do Google Analytics. Se a meta aparecer no relatório em tempo real quer dizer que está tudo funcionando corretamente!

Importante: Espere 24h para se certificar que os dados de eventos e metas estão aparecendo no seu relatório de Metas. Para isso acesse Conversões>Metas>Visão geral.

Existe um bug comum que faz com que os dados adquiridos no Google Analytics não sejam compilados nos relatórios. A solução que eu encontrei foi enviar novamente as tags no Google Tag Manager e esperar 24h para os dados voltarem a serem compilados. Se isso acontecer com você deixe o seu relato nos comentários abaixo que vamos tentar ajudá-lo!

Fluxo de metas

As vezes é interessante registrar o fluxo de uma meta para outra dentro do seu ciclo de inbound.

Por exemplos, eu posso querer saber quantas pessoas vão da minha página na home para a página de produto e, dessas, quantas vão para a minha página do carrinho de compras.

O fluxo de metas automático do Google Analytics funciona para metas de Destino de página e para configurá-lo basta criar uma meta de destino simples e então desenhar o fluxo dentro da configuração da meta.

Basta acessar:

  • Administrador > Metas > + NOVA META
  • Configuração da meta > Personalizado
  • Em Descrição da meta, dê um nome para a sua meta. Depois selecione Destino.
  • Em Detalhes da meta preencha em Destino o URL da página no final do funil que você planeja rastrear.
  • Em Funil (opcional) clique em Ativado.
  • Inclua todas as etapas do fluxo, menos o destino - você não precisa selecionar se as etapas são obrigatórias.
  • Salve a meta.

 

Exemplo:

Digamos que eu tenho um E-commerce e quero rastrear o fluxo de comprar realizadas. Em Destino eu coloco o URL da página /compra-realizada. No Funil eu incluo os URL das páginas de /produto, /carrinho, /pagamento e todas as páginas que o usuário tem que atravessar até chegar na página de compra realizada.

Se você já estava utilizando o Google Analytics a um certo tempo (uns 30 dias) você pode acessar conversões>metas>fluxo da meta e você já vai ter em mãos os dados do seu fluxo, incluindo os gargalos e pontos de saída.

Como utilizar as metas

As metas servem primariamente para analisar a sua taxa de conversão, mas ao configurar as metas no Google Analytics você ainda tem algumas outras funcionalidades interessantes para a otimização de conversão.

Acesse Conversões>Metas>Visualização do funil para encontrar os pontos de entrada e de saída do seu fluxo de conversão.

Isso vai ajudar a identificar o comportamento do usuário durante as etapas de conversão e apontas pontos de entrada e de saída que você não conhecia.

Outra ferramenta que nós já mencionamos é o fluxo da meta que mostra o fluxo dos usuários em direção a conversão. Para extrair dados ricos dessa análise sempre use as ferramentas de segmentação do Google Analytics.

fluxo de eventos no google analytics

Usando o filtro “Origem/mídia” fica fácil perceber quais as origens geram maior retorno na sua conversão e assim calcular melhor o seu orçamento de marketing por canal de aquisição.

Outro filtro importante é o de “Dispositivo” que mostra qual aparelho – Desktop, mobile ou tablet – então gerando mais conversão. Esses dados podem indicar possíveis tendências de comportamento do usuário ou até deficiências no layout responsivo.

Integrações

O Google Analytics possui integrações poderosas com o Google Ads e o Google Opitimize e o uso das metas auxilia nessa dinâmica.

No Google Opitimize, você pode elaborar testes A/B levando em consideração variáveis de conversão como eventos e metas. Isso torna os seus testes muito mais assertivos na hora de decidir se uma mudança no layout é benéfica ou não para a conversão.

teste A/B no Google Opitimize

Da mesma forma no Google Ads você pode utilizar os dados de metas para decidir se o publico adquirido pelas suas campanhas de anúncios estão gerando resultados interessantes para a conversão total do site. Essa análise é importantíssima para validar o investimento em Ads.

Tem muito mais coisa que a gente pode falar aqui sobre como o uso de metas ajuda na otimização de conversão, mas se você quer se aprofundar no assunto eu recomendo o manual que eu montei sobre como aplicar estratégias de otimização.

Em caso de dúvidas ou dificuldades na configuração de metas deixa o seu comentário abaixo e vamos te ajudar.

Se ficou faltando falar sobre algum assunto que te interessa lembre de comentar que vamos incluí-lo num próximo conteúdo.

Até a próxima!

Está precisando de um site?