Cayman Sistemas
PRECISO DE UM SITE
MENU
INÍCIO
SOBRE NÓS
PROJETOS
CONTATO
X
SOLICITAR ORÇAMENTO
Foto Blog

O que é venda B2B e B2C?

23/06/2020 - Estratégia

Olá, nesse artigo vamos explicar o que é venda B2B e B2C além das suas diferenças e como a sua empresa pode iniciar hoje mesmo uma estratégia para melhorar os seus resultados seja no B2B como no B2C. Confira a matéria completa abaixo!

Diferença entre venda B2B e B2C

Antes de falar sobre as suas diferenças, temos que definir rapidamente o significado de B2B e B2C:

B2B – Business to Business - é o modelo de negócio que oferece produtos e serviços para outras empresas. Quando o cliente é uma pessoa jurídica, dizemos que a venda é B2B.

B2C – Business to Customer – é o modelo de negócio que oferece produtos e serviços para o cliente final. Quando o cliente é uma pessoa física, dizemos que a venda é B2C.

Sabendo a definição fica fácil entender a diferença entre vendas B2B e B2C, mas será que essa distinção é tão importante?

Hoje, esses termos são muito utilizados no ramo de investimentos, mas na prática eles são evidentes.

Na verdade, saber se a sua empresa vende no B2B ou B2C só vai fazer diferença na sua vida se você está interessado em planejar uma nova estratégia de vendas. Especialmente se essa estratégia envolve a venda online.

Venda Online no B2B e B2C

Diferente da venda tradicional, a venda online tende a misturar o B2B com o B2C, isso porque na internet fica mais difícil saber onde está o seu público e como captura-lo para o seu site.

Por exemplo, se você é um fabricante procurando por distribuidores e revendedores (B2B), com certeza vai acabar esbarrando em clientes finais (B2C) que estão buscando pela sua solução online.

Não definir o público do seu site é um problema muito comum nas estratégias de venda online seja no B2B ou B2C.

É importante que fique claro para o usuário se o site é ou não feito para atender a sua necessidade como pessoa física ou jurídica.

Exemplo

Digamos que você vende tanto no B2B como no B2C, como fazer para separar esses dois públicos no site?

O jeito mais fácil é criar um divisor de águas na navegação - a loja da Schneider faz isso bem – que logo de cara separa o fluxo de navegação.

Divisão B2B e B2C em site

Outra solução seria incluir a definição de pessoa física ou jurídica na etapa de cadastro do cliente, mas como essa é uma etapa avançada no ciclo de compra você acaba perdendo a oportunidade de entregar uma experiência personalizada.

O importante mesmo é que cada cliente, seja ele B2B ou B2C tenha uma experiência pensada para a sua necessidade.

No caso do B2C é comum o uso do E-commerce, já que a venda direta para pessoa física oferece várias comodidades específicas para venda de pequenos lotes.

Já no B2B o maior benefício a se oferecer para empresas é a negociação personalizada, podendo redirecionar o cliente para contato direto com um vendedor qualificado para realizar uma oferta feita sobre medida às necessidades da pessoa jurídica.

Separando o B2B do B2C

Nós já falamos da necessidade de personalizar a experiência de compra para o B2B e B2C, mas ainda existem outros benefícios em dividir o seu site para pessoas físicas e jurídicas.

Entre esses benefícios está à automação de vendas, uma das principais ferramentas que um site pode oferecer.

Como o nome define, a automação de vendas retira a necessidade de análise pedido a pedido, criando uma malha fina que separa apenas as melhores oportunidades de venda para o seu time.

Isso resolve aquele velho problema no B2B: os “turistas de orçamento” que gastam um tempo precioso da sua equipe pedindo por preços de produtos que eles nunca vão fechar.

Um fenômeno parecido acontece também no B2C. Muita gente gosta de navegar na loja apenas para passar o tempo, ou até avança nas etapas de compra, mas acaba ficando com pé frio antes de comprar.

A automação resolve esse problema com o uso de pipedrive: o sistema avalia a evolução das vendas e sinaliza para a equipe os prospectos mais engajados, enquanto que os menos engajados caem na reciclagem.

Para criar o seu próprio sistema de automação de vendas o recomendado é utilizar um CRM. É bom lembrar que a ferramenta que você escolher tem que ser integrada ao seu site, por isso fique atento na negociação com a desenvolvedora para saber se eles têm capacidade técnica de garantir que essa integração vai acontecer sem problemas.

Por hoje era isso! Espero que você tenha entendido o que é B2B e B2C e qual a diferença entre eles para a sua estratégia digital. Em caso de dúvida estou a disposição.

Até mais!

Está precisando de um site?