Cayman Sistemas
PRECISO DE UM SITE
MENU
INÍCIO
SOBRE NÓS
PROJETOS
CONTATO
X
SOLICITAR ORÇAMENTO
Foto Blog

Como evitar penalização do Google por conteúdo duplicado

22/10/2020 - Curso de SEO para iniciantes

Recebeu um aviso de conteúdo duplicado na sua auditoria de SEO? A gente vai te mostrar como evitar penalização no Google e outros motores de busca para esse tipo de problema. Confira abaixo!

O que é conteúdo duplicado no site e como ele afeta o SEO?

Conteúdo duplicado é quando você publica páginas no seu site com conteúdo muito similar entre si.

Isso acontece, na maioria das vezes, de maneira acidental.

Quando você faz um alteração no endereço URL de uma página – ao editá-la para otimizar a presença de palavras-chave, por exemplo – essa alteração acaba por publicar uma nova página, com os mesmos conteúdos da página original, o que caracteriza esse conteúdo como sendo duplicado.

Esse tipo de problema é bem comum para ecommerce, ou em sites em que você está constantemente editando e alterando conteúdo para otimizar o SEO.

IMPORTANTE: Conteúdo duplicado não é a mesma coisa que conteúdo copiado. Conteúdo copiado é quando um conteúdo é copiado e colado de um site para outro, o que classificado como plágio.

Porque o Google não gosta de conteúdo duplicado

Os buscadores, como o Google, não gostam de indexar conteúdo duplicados nos seus resultados de busca porque eles atrapalham a experiência do usuário.

Imagine que você pesquisa por um item e todos os resultados levam para o mesmo site porque o conteúdo duplicado ocupa toda relevância do Google. Isso não seria bom, não é mesmo?

Por isso, o Google penaliza páginas que tem conteúdo duplicado tirando a relevância desses sites para que eles não apareçam como resultados de pesquisa.

Logo, ao identificar que nosso site tem páginas com conteúdo duplicado, precisamos encontrar maneiras de evitar esse problema.

Como verificar se o seu site tem conteúdo duplicado

Existem várias ferramentas que identificam a presença de conteúdo duplicado no seu site.

Eu gosto de usar a auditoria do SEMrush, porque ele também indica vários outros problemas no SEO técnico do site que podem ser resolvidos de uma vez só.

Para fazer uma auditoria gratuita:

  1. Acesse o site e crie um perfil no SEMrush;
  2. Clique em Projetos, na aba esquerda.
  3. Crie um novo projeto, colocando o nome e domínio do seu site;
  4. Clique em integridade do site e execute uma campanha.

O SEMrush analisa até 100 páginas gratuitamente. O sistema vai demorar alguns minutos até gerar o relatório completo de auditoria.

Em Problemas > Erros você vai encontrar um alerta:

X páginas estão com problema de conteúdo repetido;

Ao clicar no alerta, a lista de páginas com conteúdo repetido vai aparecer.

Agora, só falta corrigir esse problema.

Como eliminar conteúdo duplicado do seu site

A solução vai depender do motivo pelo qual o conteúdo foi duplicado. Como nós comentamos antes, existem várias razões para páginas serem duplicas.

Os mais comuns são alteração da url.

Isso acontece quando você muda a url do site e, no processo, publica duas páginas iguais: uma com o url antigo e uma com o url novo.

Esse tipo de problema é comum quando você está alterando url para torna-lo mais relacionado à palavra-chave.

Nesses casos, a solução é redirecionar o url antigo para a página nova.

1. Por Redirecionamento 3XX

O redirecionamento 301 é usado para que o usuário, ao acessar uma página, seja automaticamente redirecionado para outra.

Esse redirecionamento funciona como um desvio de rota. Como se uma rua velha fosse substituída por uma nova rodovia.

A rua velha continua no mapa, mas foi desativada e ninguém mais a usa.

O Google entende esse redirecionamento e imediatamente considera a nova rota como destino desejado, não gerando penalizações.

Para fazer um redirecionamento, você precisa mexer no código fonte do seu site, mas se você usa o Wordpress, existem alguns plugins que podem fazer o serviço.


Mas e caso eu queira uma bifurcação, em vez de um desvio de rota?

2. Por Referência Canônica

Você pode não saber disso, mas quase todo ecommerce tem problemas com conteúdo duplicado.

Isso porque variações de produto precisam da sua própria página dedicada.

Uma batedeira 110V precisa de uma página diferente de uma 220V porque, para o marketing, essa variação faz diferença, já que o usuário que busca por uma, evita a outra.

Então, meu site tem duas páginas para batedeiras idênticas, onde a voltagem é a única diferença, como não ter conteúdo duplicado?

A solução é o que nós chamamos de “referência canônica”.

A referência canônica é como uma bifurcação onde as duas vias levam na mesma direção.

Nós informamos o Google que uma das páginas é dependente da outra e, assim, ele não penaliza o site.

A única coisa que temos que ficar atentos é que na referência canônica sempre tem uma página principal e as outras páginas secundárias.

O Google soma a relevância das secundárias em direção a principal.

Isso significa que, como no exemplo da voltagem, eu preciso definir quem é a página principal: 110V ou 220V. Eu vou escolher a que me gera mais retorno.

A referência canônica é adicionada como uma marcação no html da página, informando a página de referência.

3. Por exclusão da indexação

Essa solução é muito parecida com o redirecionamento à diferença é que nós estamos vamos excluir a página original do index do Google.

Esse movimento é útil quando eu não quero que o Google transfira a relevância que ele construiu da página antiga para a nova.

Para excluir uma página usamos metatag robots: um código adicionado ao html do site que deixa o Google ler a página, mas exclui ela dos resultado.

Assim, não somos penalizados por conteúdo duplicado.

Qual a melhor opção para evitar penalização por conteúdo duplicado?

Como vocês podem ter notado, as soluções de conteúdo duplicado envolvem comunicar ao Google que você tem o interesse de redirecionar o tráfego de uma página para outra.

A diferença nas soluções é como o Google vai tratar da relevância da nova página.

  • Se for por redirecionamento 301, a relevância da página antiga é transferida para a nova.
  • Se for por referência canônica, as páginas têm relevâncias separadas, mas a principal recebe mais do que as secundárias.
  • Se for por exclusão da indexação, a página nova não recebe a relevância da antiga.


A decisão vai se basear no seu interesse para o SEO.

Provavelmente a melhor opção vai ser a referência canônica, mas isso vai depender de caso a caso, então não posso afirmar categoricamente qual a melhor opção para o seu site.

Pessoal, por hoje era isso! Espero que você tenha saído daqui entendo as formas de solucionar problemas de páginas com conteúdo duplicado.

Até a próxima!

Está precisando de um site?